Vamos Falar Sobre… Monkeypox

O que é Monkeypox (Varíola dos Macacos)?

A varíola dos macacos e uma infecção viral. Pode levar a um quadro da doença que varia de leve a grave podendo durar várias semanas. Até recentemente, só foi visto em países onde o vírus é endémico (muito comum) e as vezes em pessoas que visitaram esses países. No entanto, esse surto atual no é endémico os países afetados estão vendo principalmente o vírus se espalhar entre redes sexuais de gays, bissexuais e outros homens que tem relações sexuais com outros homens, através do contato íntimo com pessoas que tem o vírus dos macacos.

 

A maioria das pessoas não são afetadas seriamente pela varíola dos macacos, mas algumas pessoas podem experimentar dores intensas. Um quadro mais grave da doença é mais presente em pessoas com a imunidade comprometida, pessoas gravidas e crianças. Até o momento, em países não endémicos, a varíola dos macacos é raramente fatal, no entanto, pessoas morreram durante esse surto recente.

 

A varíola dos macacos é normalmente uma doença autolimitada, oque significa que a maioria das pessoas iram se recuperar do vírus sozinhas em casa em poucas semanas. A maioria das pessoas não apresentam quadros graves da varíola dos macacos mais algumas podem apresentar dores intensas.

 

Os quadros mais graves são mais comuns em pessoas com sistema imunológico deficiente, pessoas gravidas e crianças. Poucas pessoas foram hospitalizadas com a varíola dos macacos na Irlanda. Até o momento presente, nos países não endémicos, a varíola dos macacos teve baixo índice de fatalidades, no entanto, algumas pessoas morreram durante esse surto recente.

 

Para informações atualizadas sobre a varíola dos macacos, visite o site da HPSC 

Como o Monkeypox é transmitido?

Monkeypox não se espalha facilmente entre as pessoas. A transmissão de pessoa para pessoa pode ocorrer através de:

  • Contato muito próximo com uma pessoa que tenha uma erupção cutânea, bolhas ou crostas de monkeypox.
  • Contato com roupas, roupas de cama, toalhas, etc. que tenham sido usados ​​por uma pessoa com monkeypox.
  • Inalar gotículas da tosse ou espirro de alguém que tenha Monkeypox.

 

É importante saber que Monkeypox não é conhecido por ser uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST). Monkeypox é transmitido através de contato muito próximo e, portanto, o contato íntimo / sexual pode resultar em transmissão. Qualquer pessoa, independentemente de sua sexualidade, pode pegar Monkeypox.

Quais são os sintomas?

Os sintomas iniciais da varíola dos macacos geralmente aparecem entre 5 e 21 dias após exposição com o vírus. Os sintomas incluem:

 

  • Febre (38C ou mais),
  • Dores de cabeça
  • Dores musculares
  • Dores nas costas
  • Gânglios inchados
  • Calafrios e cansaço
  • Dores ou sangramento anal

 

Um sintoma importante para ficar atento são as manchas na pele, feridas, úlceras e crostas. Isso pode ocorrer em qualquer parte do seu corpo mais a maioria das pessoas nesse surto atual estão desenvolvendo feridas na parte genital, nádegas e boca. As feridas passam por estágios diferentes (veja nas figuras abaixo). Inicialmente como manchas vermelhas, que depois mudam para pequenas bolhas com fluidos internos. As bolhas eventualmente formam crostas que depois caem.

Outros estágios das feridas podem ser encontrados no HPSC website here.

O que fazer se eu apresentar os sintomas de Monkeypox?

Se você está passando pelo que você acredita ser os sintomas de monkeypox, o primeiro conselho é não entrar em pânico! A doença é leve e geralmente dura algumas semanas. No entanto é importante, se você notar alguma dessas alterações, que entre em contato com seu clínico geral (ou médico de família) ou clínica de IST local para discutir seus sintomas. Não vá a uma clínica ou ao seu médico de família sem antes ligar para que possam estar preparados para a sua chegada e oferecer-lhe os melhores cuidados. Para encontrar sua clínica de saúde sexual local, clique aqui.

 

Se você precisar ser visto por um médico, eles marcarão uma consulta para você e lhe darão conselhos sobre como chegar à clínica. Enquanto isso, mantenha distância de outras pessoas e não se envolva em contato sexual até que você consulte com o médico.

 

Você pode encontrar uma lista de serviços públicos de IST disponíveis no site de bem-estar sexual do HSE ou em man2man.ie/testing

E se eu apresentar sintomas?

A infecção por Monkeypox é geralmente uma doença autolimitada e a maioria das pessoas se recupera em semanas, embora doenças graves possam ocorrer em pessoas com sistema imunológico muito fraco e em bebês muito pequenos. Não há remédio que cure monkeypox. O tratamento do monkeypox é principalmente de suporte. Isso envolve o tratamento de quaisquer sintomas desconfortáveis, como dor ou coceira que ocorram, mantendo o paciente aquecido, confortável e relaxado, e certificando-se de que ele receba bastante líquido. Isso permite que as defesas do próprio corpo do paciente combatam a infecção.

 

Mais informações sobre a infecção por varíola dos macacos podem ser encontradas no site do HPSC: https://www.hpsc.ie/a-z/zoonotic/monkeypox/

 

O HPSC continuará monitorando de perto essa situação e fornecerá atualizações relevantes ao público, conforme apropriado.

O atual surto de Monkeypox

O Centro de Vigilância de Proteção à Saúde (HPSC) confirmou casos de varíola dos macacos na Irlanda. Seguido pela confirmação de casos de monkeypox no Reino Unido, UE, EUA e Austrália.

 

Muitos dos casos do atual surto em vários países são em homens que se identificam como gays, bissexuais ou outros homens que fazem sexo com homens (gbMSM). Esses casos foram diagnosticados em clínicas de saúde sexual. A razão pela qual estamos ouvindo mais relatos de casos de monkeypox em comunidades gbMSM pode ser devido ao comportamento positivo de busca pela saúde em nossa comunidade. As erupções do monkeypox podem se assemelhar a algumas doenças sexualmente transmissíveis, incluindo herpes e sífilis, o que pode explicar por que esses casos estão sendo detectados em clínicas de saúde sexual.

 

À medida que o vírus se espalha por contato próximo, o HSE está aconselhando aqueles que se identificam como gbMSM (especialmente se você realizou viagens internacionais no mês passado) para ficarem alertas a quaisquer erupções cutâneas ou lesões vesiculares incomuns em qualquer parte do seu corpo (ou do seu do parceiro), especialmente sua genitália. Se notarem tais alterações, você deve entrar em contato com a clínica de IST local ou com o clínico geral (GP) para obter orientação. Você deve manter-se afastado de outras pessoas e não se envolver em atividades sexuais até que tenha sido consultado.

 

Uma lista de serviços públicos de IST está disponível no site de bem-estar sexual do HSE https://www.sexualwellbeing.ie/sexual-health/hse-sti-services-in-ireland.html.

 

Para informações atualizadas sobre a varíola dos macacos, visite o site da HPSC

 

Perguntas frequentes sobre Monkeypox 

Posso me vacinar contra a varíola dos macacos?

Desde que o surto começou, NIAC (Comité Consultivo Nacional de Imunização) recomenda que a vacinação deve ser oferecida para pessoas com alto risco de contágio que teve contato próximo com uma pessoa que é caso confirmado para ajudar a interromper a transmissão. Isso está sendo feito por rastreamento de contatos. Recentemente, também foi recomendado que a vacina deve ser oferecida para aquelas pessoas com alto risco de contágio, incluindo gays, bissexuais, e homens que fazem sexo com outros homens e pessoas com alto risco de exposição sem proteção.

A Irlanda tem um suprimento de vacinas mais a HSE disse que esse suprimento esta ‘baixo e limitado’.

 

Eles também disseram que estam ativamente explorando opções para aumentar o fornecimento de medio a longo prazo da vacina para o uso na Irlanda.

NIAC identificou que homens que tem relações sexuais com outros homens como o grupo de pessoas que mais necessita acesso para as vacinas. A HSE está implementando planos para identificar aqueles que mais estão em risco e a melhor maneira de distribuir as vacinas disponíveis até o momento. A HSE ainda não publicou uma data para o lançamento mais disseram que seu ‘objetivo é garantir que as pessoas em risco recebam uma vacina na primeira oportunidade’.

 

Assim que tivermos maiores informações sobre a vacinação contra a varíola dos macacos, iremos compartilhar com você aqui e nas nossas redes sociais.

Onde posso obter maiores informações?

É importante obter informações de fontes confiáveis. GHN e man2man.ie estão trabalhando em estreita colaboração com o Health Service Executive (HSE) e o Health Protection Surveillance Center (HPSC) para garantir que as informações sejam precisas e acessíveis. Também estamos trabalhando de perto e colaborando com a MPOWER em uma campanha de comunicação direcionada e iniciativa de divulgação.

 

Outras informações:

 

Centro de Vigilância de Proteção à Saúde – Últimas atualizações sobre Monkeypox

 

Centro de Vigilância em Proteção à Saúde – Monkeypox

 

Perguntas frequentes sobre Monkeypox

 

Orientação MPOWER Monkeypox

SER TESTADO

PRECISO FALAR

BAIXAR ESTA SECÇÃO

VER FOLHETO

EMERGENCY EXIT